Postagens

Clique e confira!

Confira 10 excelentes dicas de etiqueta profissional

Confira 10 excelentes dicas de etiqueta profissional para começar a colocar em prática desde já: 1 – Pontualidade – Seja pontual em seus compromissos e respeite os horários. Organize-se para chegar sempre cedo no trabalho e em reuniões. Se precisar sair antes do fim de uma reunião, procure avisar com antecedência a quem está presidindo o encontro e saia discretamente.
2 – Apresentação pessoal 
– Mantenha uma boa imagem pessoalEsteja atento aos prazos de entrega de trabalhos e relatórios e cumpra-os à risca. Se não for possível atender o prazo combinado, avise as pessoas envolvidas com o máximo de antecedência, explique as razões do atraso e, se possível, combine novo horário ou data. A primeira leitura que alguém fará de você será baseada em sua aparência: suas roupas; cabelo e higiene pessoal. Cuidar desses aspectos mostra respeito e comprometimento com a empresa. Vista-se de forma discreta, evite modismos, decotes reveladores e excesso de acessórios. Evite “mostrar pele” demais, use blusa…

ELEMENTOS DE COESÃO: QUANDO E COMO UTILIZAR?

Coesão por referência: é um dos tipos mais utilizados em um texto. Graças a ela, evitamos repetições de termos, descuido que pode tornar desagradável a leitura de um texto: Os alunos do terceiro ano foram visitar o Museu da Língua Portuguesa. Eles foram acompanhados pelos professores da escola. Em vez de: Os alunos do terceiro ano foram visitar o Museu da Língua Portuguesa. Os alunos do terceiro ano foram acompanhados pelos professores da escola. ⇒ Coesão por substituição: são empregadas palavras e expressões que retomam termos já enunciados através da anáfora. Observe o exemplo: Os alunos foram advertidos pelo mau comportamento. Caso isso volte a acontecer,eles serão suspensos. Em vez de: Os alunos foram advertidos pelo mau comportamento. Caso o mau comportamento volte a acontecer, os alunos serão suspensos. ⇒ Coesão por elipse: Ocorre por meio da omissão de uma ou mais palavras sem que isso comprometa a clareza de ideias da oração: Maria faz o almoço e ao mesmo tempo conversa ao telefone com…

UMA OBRA-PRIMA DE OLAVO BILAC

HINO À BANDEIRA Salve lindo pendão da esperança!
Salve símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz. Recebe o afeto que se encerra
em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil! Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul,
A verdura sem par destas matas,
E o esplendor do Cruzeiro do Sul. Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil! Contemplando o teu vulto sagrado,
Compreendemos o nosso dever,
E o Brasil por seus filhos amados,
poderoso e feliz há de ser! Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil! Sobre a imensa Nação Brasileira,
Nos momentos de festa ou de dor,
Paira sempre sagrada bandeira
Pavilhão da justiça e do amor!
Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

REFLEXÃO DO DIA

Imagem

DICA DE PORTUGUÊS: FUNÇÕES DO QUE

Imagem
O termo “que” pode pertencer a categorias gramaticais diferentes e exerce funções sintáticas diferentes.
Vejamos, separadamente, cada uma das funções do que:


a)pronome interrogativo: faz referência a pessoas (substantivo) ou a coisas (adjetivo).

Exemplos: O que ocorreu nesta sala? (substantivo) Que tema você escolheu? (adjetivo – acompanha o substantivo)
b)pronome relativo: refere-se a um termo anterior.
Exemplo: As crianças que gostam de fabricar seu próprio brinquedo se mostram mais criativas no futuro.
c)pronome adjetivo indefinido: tem sentido de “quanto”, “quantas”.
Exemplo: Que horas são agora?
d)conjunção coordenativa aditiva: liga orações e tem valor próximo da conjunção “e”.
Exemplo: Diz que diz, mas não faz nada!
e)conjunção coordenativa explicativa: valor próximo de “pois”.
Exemplo: Devemos nos amar, que o ódio consome e destrói a alma.
f)conjunção subordinativa integrante: introduz oração subordinada substantiva.
Exemplo: Ficou claro que você não vai mais discutir o mesmo assunto. /
g)co…

SOMOS VÍTIMAS DO NOSSO OTIMISMO

Autor: Carlos Delano Rebouças
Estranho, não é, levantar uma indagação sobre a possibilidade de sermos vítimas de algo que buscamos sempre na vida? Mas parece que em alguns momentos o otimismo pode parecer um vilão, ao invés de mocinho, para muitas pessoas. Que devemos acreditar sempre que vai dar certo tudo que pensamos em fazer; que nada vai dar errado, e que o sucesso é o único resultado esperado; e que somos e estamos preparados para o sucesso, e jamais iremos enfrentar dificuldades são exemplos fortes, clássicos, de frases otimistas, de forte apelo otimista, mas que pode nem sempre significar uma verdade, aliás, significar uma grande frustração. Geralmente procuramos construir a nossa estrada da vida, pessoal e, em especial, profissional, com o fortalecimento de bases fortes e seguras, de cujos tijolos do conhecimento e sabedoria, têm-se necessidade inquestionável. Servem de alicerce para conquistas futuras e estimáveis, estas, planejadas tanto pelas necessidades, quanto pelas vontad…

A EXPLORAÇÃO DO HOMEM

Imagem

REFLITA

Imagem

A ESTRADA DO DESTINO

Imagem
por Carlos Delano Rebouças
Um dia caminhando pela estrada do destino, aquela que assim batizamos quando estamos desesperançosos, despretensiosamente, no auge das minhas desilusões, sobraram-me momentos de uma reflexão sobre tudo que já foi percorrido, diante de sua paisagem paradoxal, cujas cores e brilho parecem perdidos no caminho.
Na sua estrada, a caminhada é longa e bastante cansativa. Em muitas de suas etapas, pareceu-me valer a pena. Em outras, deu vontade de desistir, mesmo sabendo que não teria um retorno a fazer. Nela, sentimo-nos impulsionados a ver, a chegar sempre adiante, levados, às vezes, na carona da crença de que ela acontece naturalmente.
“Naturalmente que nada!” Assim dizem muitos que asseguram jamais ter posto seus pés na estrada do destino e que minhas convicções são equivocadas, que preciso repensar as minhas crenças. Contudo, há aqueles que defendem a sua existência, assegurando com todas as letras que começamos a percorrê-la no abrir dos olhos para um mundo que n…

LINDA CANÇÃO!

Imagem